sexta-feira, junho 17, 2022

Pedro HMC



Passaram-se mais de dois meses desde da morte do Paulo Vaz. De lá para cá, o seu marido, o Pedro HMC, pouco tem publicado nas suas redes sociais, estando afastado dos seus projetos que as incluíam - o que é compreensível. Estes momentos nunca são fáceis (a perda de alguém querido e próximo), e não dependem de fórmulas mágicas para se conseguir ultrapassá-los - até porque na verdade, nunca se o consegue. A dor da perda até pode dar origem à saudade, mas nunca conseguimos recuperar a 100% desta inevitabilidade. 

Também durante este período, muito se tem especulado, muito se tem inventado e muito se tem apontado. Como diz o povo, "só sabe o que vai lá dentro, quem está no Convento" (o meu primeiro namorado diz que não tenho muito jeito para provérbios, e o mais provável é que não seja bem assim, mas a ideia está lá), e ciente disso, o Pedro resolveu dar uma entrevista ao Leo Dias, há 15 dias atrás. Mas do que justificar alguma coisa, julgo que a mensagem que deve passar é que todas as nossas atitudes têm consequências - até aqueles comentários mais "inocentes". 

Acho um testemunho importantíssimo, e é por isso que o partilho aqui convosco - ficando em "arquivo" para memória futura

1 comentário:

  1. Não passem na Rússia, senão a culpa é mesmo nossa da invsão
    Os Gays e LGBTQI+ são do piorio
    Obrigado pela partilha
    Brasil é tramado

    ResponderEliminar